Atualização cadastral de pré-pago vai até dia 18 de novembro em SP


New feed

No dia 6 de janeiro de 2020, o Portal de Linhas Pré-Pagas vai ser inaugurado em todo o país. A criação do portal foi uma das soluções apresentadas pelas operadoras Algar, Claro, Oi, Sercomtel, Tim e Vivo para que os clientes possam verificar a existência de linhas móveis pré-pagas ativas cadastradas no CPF. A fase 1 e 2 do projeto já se encerraram, e a fase 3 vai terminar no próximo dia 18, data limite para recadastrar os celulares pré-pagos irregulares. 

Como a própria Anatel divulga em seu site, o objetivo do projeto é evitar fraudes de subscrição (linhas associadas indevidamente a CPFs). A primeira fase do projeto começou em abril deste ano, e inicialmente englobou apenas o estado de Goiás em seu Plano Piloto. Entre as 2,9 milhões de linhas pré-pagas da região, 0,27% apresentavam alguma irregularidade cadastral e 4,3 mil foram bloqueadas. 

Já a segunda fase, que aconteceu entre 1° de agosto e 15 de outubro, abrangeu 8 estados: Acre, Minas Gerais, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraná, Rondônia, Santa Catarina e Tocantins, além do Distrito Federal e de regiões de Goiás. Foram encontradas 80 mil linhas com cadastros desatualizados, entre as quais 40 mil acabaram bloqueadas. 

Por fim, a terceira fase, vai aglomerar os demais estados do país. A partir da data estipulada, as linhas que não realizarem a atualização cadastral serão automaticamente bloqueadas. Após o cumprimento das 3 fases, em 2020 ocorrerá as novas etapas do processo. Nelas, estão previstas medidas adicionais para melhoria dos procedimentos de habilitação de novos chips, além da implementação definitiva do Portal de Consulta. 

 

Fonte: Anatel